8 Passos para adaptação no Berçário

A+ A A-

 Adaptando no Berçário

8 Passos a serem observados 

 

 

1 – CONFIAR NA ESCOLA

Quando os pais confiam na escola, transmitem melhor o sentimento de segurança ao bebê, que aceitará com mais tranquilidade o ingresso no berçário.

 

2 – PLANEJAR O TEMPO DE ADAPTAÇÃO

O período de adaptação varia de acordo com a necessidade de cada bebê. É único e individual; portanto faz-se necessário administrar esta fase, com tempo e tranquilidade.

 

3 – RESPEITAR O PERÍODO ESTIPULADO PELA ESCOLA

Cada berçário destina para adaptação prazos que variam de 10 a 14 dias. Os pais devem respeitar este período, não acelerando esta fase.

 

4 -  MANTER A ROTINA DOMÉSTICA

O ingresso na escola já é uma importante alteração na rotina do bebê. Devem ser evitadas outras mudanças domésticas como: mamadeiras, chupetas ou do objeto de transição.

 

5 – LIDAR COM O CHORO NA CHEGADA AO BERÇÁRIO

É natural o choro na hora da separação, mas nem sempre significa que o bebê não queira ficar na escola. Este momento é muito importante; mesmo que o bebê relute, despeça-se naturalmente e evite sair escondido.

 

6 – ENTREGAR O BEBÊ

Cabe ao responsável entregar o bebê à berçarista, não sendo recomendável que esta tenha o encargo de retirá-lo do colo da pessoa que trouxe a criança.

 

7 – ACOMPANHAR A ROTINA

A agenda é o meio de comunicação entre a família e a escola, portanto os responsáveis deverão acompanhar a rotina da criança através da mesma.

 

8 – OBSERVAR O ESPAÇO FÍSICO DOS BEBÊS

O berçário é um espaço que deve ser respeitado. A presença dos pais dentro deste ambiente dificulta o processo de adaptação. A equipe pedagógica da escola estará à disposição para esclarecer dúvidas quando a família achar necessário.